Lídia Carmeli

Todo dia Música e Poesia

Textos

NÃO LEVE NADA PARA O LADO PESSOAL
Tenho apreciado observar as pessoas e saborear a constatação do quanto aprendemos sobre Joana, quando esta fala de Maria…
O tempo é um grande aliado. Com o tempo a gente aprende a falar apenas o que é útil, necessário e sem ferir ninguém.
Com o tempo conquistamos sabedoria e com ela uma grande lição: A de não levar nada para o lado pessoal.
Nada mesmo. Nem mesmo um comentário cruel dirigido diretamente à você.
Quando eu julgo ferozmente alguém, estou espelhando algo de mim, que por não conseguir ver ou lidar, despejo sobre o outro.
Quem nunca?
Quem nunca responsabilizou o amante, pelo término de um amor que poderia ter sido?
Quem jamais cobrou dos pais por não terem lhe dado mais do que a vida?
Quem nunca culpou um parceiro, pelo fracasso de um projeto que poderia ter emplacado?
O vizinho, pela cerca que delimita a mesma distância de um lado e do outro?
A antiga amiga, por ter ousado ser mais bem sucedida ou mais feliz?
O mundo em que vivemos é assim: um grande salão de espelhos e projeções.
Mesmo assim e por isso mesmo, vamos nos curando uns aos outros.
Ferimos os outros até que o tempo nos revele, que lá no fundo mais profundo de nossa humanidade, ferimos apenas a nós mesmos.
Só que o tempo é individual, assim como são os universos. Cada um tem o seu.
Mas eis que chega o seu tempo e você toma coragem de pedir perdão ou de perdoar… e se tiver sorte ainda pode abraçar o corpo amado até a alma sentir-se abraçada e redimida de suas misérias…
Ah, como é bom buscar essa sorte…
Existe um tempo em que sem custo e com um pouco de humildade, a gente percebe que pode dançar como quiser nos salões da vida, pois não estão nem aí para a sua performance.
É um tempo de se dar conta de que as melhores pessoas não se importam com o seu vestido manchado, seu pé de meia trocado, ou com aquela bolsa que você usa há anos…
De alguma mágica forma, elas conspiram para que seus olhos brilhem, seus ombros nunca estejam encurvados e sua alegria de viver corresponda ao bem que lhe dedicam.
De alguma mágica forma, a vida é assim. É o amor curando o amar.
E a gente vai vivendo e aprendendo.
Lídia Carmeli
Enviado por Lídia Carmeli em 21/07/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras