Lídia Carmeli

Todo dia Música e Poesia

Textos

PROCURA-SE POR UM DESEJO

Que escapou de repente...

Não sei se foi entre dentes
Não sei se foi pelo umbigo
Só sei que quando se foi
Levou a esperança consigo
O que de fato é sabido
É que a todos pertenceu
E ontem já perguntava:

O desejo é meu ou teu?

De todos os adjetivos
O chamaria de raro
De tal preciosidade
Que sem ele a vida mingua
Ficando apenas o rastro 
Da saudade que deixou
Dos encantos que recorda
A quem sempre o sonhou

E arde no sexo a buscar
Nos jogos de sorte ou azar
No místico e no profano
No suplício e no engano
Procura-se esse desejo
Como a procurar por Deus
Buscamos em cada encontro
Em cada suspiro de adeus

No aperto de mão, no sorriso
Só se vê olhos aflitos
Mãos se tocando sedentas
Em súplica, dor ou asilo...
E ao se ver assim carente
No espelho de outras dores
Sabemos,  não está nos amores
Nos discursos, no vazio...
Nem no solitário engodo 
Ou na grama do vizinho

Ao sair em passeata 
Clamando com devoção
Por respeito, amor, justiça 
Luta contra a corrupção
Encontro enfim o desejo
Nos olhos de cada irmão
Pulsando forte e feliz
Como um só coração!

O meu povo acordou
Tem voz, coragem e ação
Habita no meu e em teu peito
Está em ebulição
Vigilante e alerta 
Nada o irá embriagar 
Seja futebol ou pizza 
Conversas pra postergar...
Tijolo por tijolo passando de mão em mão
Reinvindicando o agora:
BRASIL NOVO EM CONSTRUÇÃO!




















 

Lídia Carmeli
Enviado por Lídia Carmeli em 03/07/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras